UpNext

Os superalimentos mais bem aceitos por crianças

Mariana Araujo

Quanto mais cores, mais vitaminas! E M&Ms coloridos não valem.


Uma preocupação comum entre pais, é se seus filhos estão se alimentando da maneira correta ou recebendo nutrientes suficientes. Não podemos fingir que fazer com que os pequenos se alimentem bem é uma tarefa fácil. Então como podemos fazer para ensinar o básico de nutrição aos nossos filhos? Muitas vezes até nós, como adultos, temos dificuldade em saber quais vitaminas e minerais precisamos consumir.

Uma dica simples é aquela da vovó: encha seu prato com o máximo de cores possíveis. E M&Ms vermelhos e verdes não contam! Misture vegetais e frutas de diversas cores, isto porque as cores são indicadores de diferentes vitaminas e minerais. Você também pode incluir superalimentos na dieta de seus filhos. Apesar de não existir um padrão científico que identifique este termo, geralmente, “superalimentos” refere-se à comidas que contêm altos níveis de pelo menos uma vitamina ou mineral importante.
Mas como faço para inserir estes superalimentos no dia-a-dia dos meus filhos? Uma ideia de projeto, para que seus filhos aprendam a comer brincando, é fazer uma lista de cores e ir marcando cada cor assim que seus filhos forem comendo ao longo do dia. É claro que existem muitos outros superalimentos, mas nós vamos listar os mais facilmente aceitos por crianças aqui.

Vermelho


Vegetais e frutas vermelhas ou rosadas contém um antioxidante chamado licopeno. Este componente está associado com a proteção da pele contra o sol e diminuição do risco de doenças cardíacas.

Tomate


O rei do licopeno! Além disso contém vitaminas A, C e K, que é importante para manter ossos saudáveis. E a boa notícia para as crianças: tomates enlatados e cozidos possuem mais licopeno do que tomates frescos, então pode abusar de molhos e ketchup.

Melancia


Doce e queridinha no verão, a melancia também carrega muita vitamina A e C. Sirva fatias, faça saladas de frutas ou bata com iogurte e outro suco para um smoothie refrescante.

Laranja


O betacaroteno é o principal nutriente em frutas e verduras de cor alaranjada, apesar de também estar presente em menor quantidade em outros vegetais, como espinafre e brócolis, por exemplo. Quando ingerido, o corpo transforma este nutriente em vitamina A, que é um antioxidante poderoso e ajuda a aumentar a imunidade do corpo.

Cenoura


O lanche do coelhinho da Páscoa é o que carrega a maior quantidade de betacaroteno. Cenourinhas em palitos são perfeitas para um lanche, sozinhas ou com molhos.

Laranja


Vitamina C, vitamina C e mais um pouco de vitamina C! Relacionada à diminuição da pressão no sangue e propriedades anti-inflamatórias. O segredo é que estas propriedades estão concentradas na casca, então use um ralador para utilizar a casca em molhos, sucos e saladas.

Amarelo


Comidas amarelas são irmãs das laranjas e também tem altos níveis de carotenoides. A mais famosa é a beta criptoxantina, que contém metade de vitamina A do que o betacaroteno.

Banana


Cheia de potássio, que ajuda no crescimento das crianças e fortalecimento dos ossos. Também possui prebióticos que ajudam o corpo a absorver outros nutrientes mais facilmente.

Milho


Lotado de tiamina, que é responsável por gerar energia e também pelas funções cognitivas do cérebro.

Verde


Vegetais e frutas verdes contem vitaminas que ajudam no fortalecimento dos músculos, ossos e cérebro. Sua cor vem da clorofila, que esta associada ao aceleramento do processo de cicatrização.

Couve


Possui vitamina K suficiente para fortalecer ossos por duas semanas! Além disso, possuem também bastante cálcio. Bata uma folha de couve-manteiga com suco de laranja, seus filhos não vão sentir o gosto e vão adorar o “suco especial” de laranja.

Abobrinha


Contém diversos nutrientes, sendo os principais Omega-3 e cobre. Faça no forno, gratinado com queijo ou adicione em qualquer receita de torta salgada.

Roxo/Azul


Comidas de cores roxas ou azuladas possuem flavonoides que ajudam na circulação do sangue e previnem perda de memória recente.

Beterraba


Repleta de fibras, potássio e magnésio, esse vegetal docinho tem esta cor devido a um componente anticancerígeno chamado betanina. Experimente assar no forno com um pouco de sal, suco de laranja e nozes.

Uva


Alguns pesquisadores acreditam que, apesar de suas dietas com alto teor calórico, os franceses mantêm boa saúde cardíaca devido ao consumo de uvas e vinho. No verão, coloque as uvas no freezer e sirva como gelinhos doces!